Rota das Bandeiras não aceita mais ‘confissão de dívida’ como pagamento

Desde segunda-feira (4), a Concessionária Rota das Bandeira não aceita mais a ‘confissão de dívida’ nas suas praças de pedágio. Segundo a concessionária, o contrato de concessão não prevê esse método como forma de pagamento.

A emissão de  confissão de dívida era um procedimento adotado nos casos em que o motorista não tinha o valor da tarifa no momento da passagem pela praça de pedágio. Nestes casos, o funcionário da concessionária, responsável pela cobrança da tarifa, fazia a emissão do documento. Após, o motorista tinha o prazo de 24 horas para o pagamento da tarifa em qualquer praça de pedágio sob concessão da Rota das Bandeiras. “Conforme previsto no contrato de concessão do Corredor Dom Pedro, a Concessionária não tem a obrigatoriedade de fornecer a confissão de dívida como uma forma de pagamento da tarifa de pedágio ao usuário”, explicou a empresa através de nota.

A Concessionária completa dizendo que, “atualmente, os usuários contam com várias opções para pagamento das tarifas de pedágio nas praças do Corredor Dom Pedro: dinheiro, cupom, Vale Pedágio e as pistas automáticas (Sem Parar, Conectcar, C6 Taggy, MoveMais e Veloe), sistema de pagamento automático realizado por meio do dispositivo TAG instalado nos veículos. Até mesmo cheque no valor exato da tarifa é aceito pela Concessionária”

 

Último retorno

A Concessionária explicou que, toda a malha viária sob concessão no Corredor Dom Pedro, está sinalizada como sendo uma rodovia pedagiada. Inclusive, segundo a empresa, existe indicações de último retorno antes das praças de pedágio.

No caso do motorista que segue na Rodovia Prof. Zeferino Vaz, SP 332, de Campinas para Cosmópolis, o último retorno está há cerca de 10 quilômetros da praça de pedágio.

O não pagamento da tarifa de pedágio pode configurar evasão, infração considerada grave pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito), que além de multa, acarreta no acréscimo de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do condutor do veículo.